Através de um comunicado oficial, a Xiaomi anunciou que a partir de hoje  todas as suas lojas físicas na China irão estar fechadas. No mesmo comunicado, revelam que as lojas deverão reabrir já no dia 3 de fevereiro, mas essa data poderá ser alterada dependendo da situação.

De acordo com a comunicação da marca, este fechamento geral das suas lojas oficiais irá servir para que possam concentrar todas as suas atenções e recursos humanos no combate e prevenção do mortífero Coronavírus que está devastando o país.

Xiaomi quer fazer a diferença no combate ao novo vírus

Depois de terem realizado doações de cerca de 4 milhões de euros para ajudar no combate ao Coronavírus, a marca decidiu fechar todas as suas lojas físicas para que possa apoiar ainda mais no combate a este terrível vírus.

Apesar do fechamento das suas lojas, a marca realçou que quem desejar comprar algum smartphone ou gadget, deverão visitar a sua loja online. Ainda que tenham prometido que todas as compras online irão continuar normalmente, poderão existir alguns atrasos na entrega dos produtos.

Coronavírus poderá tornar-se numa ameaça global

Depois do primeiro caso ter sido registado no dia 31 de dezembro em Wuhan (China), o vírus continua a ganhar terreno dentro da China e a espalhar-se para os países vizinhos. Com o decorrer do novo ano chinês, foram muitas as pessoas que regressaram à sua terra natal, e o seu regresso aos países onde estão emigrados é motivo de grande preocupação.